Como atrair o cliente que só compra em lojas físicas para seu e-commerce


É preciso atrair o cliente para o e-commerce e mostrar as vantagens das compras online. Instruir ele sobre como funciona e vantagens é o caminho certo.

Mesmo com o comércio virtual crescendo consideravelmente nos últimos anos, alguns consumidores ainda insistem em fazer todas as suas compras presencialmente.

É claro que com a pandemia os e-commerces se mostraram uma boa opção. Isso fez com que 13 milhões de pessoas fizessem a primeira compra on-line em 2020. Esses números poderiam ser maiores, mas é preciso que as empresas incentivem a migração.

Quando se tem clientes que só compram fisicamente, é preciso oferecer incentivos e transmitir segurança. Dessa forma será mais fácil a transição para o virtual. Veja algumas dicas de que medidas adotar.

Tenha um conteúdo educativo

Há quem pense que comprando on-line não conseguirá esclarecer as dúvidas e por isso recorre ao presencial. É preciso entender as dores dos clientes e dessa forma garantir que ele terá acesso a todas as informações que precisa.

Por exemplo, ele pode ter visto uma oportunidade de comprar um carro com um bom preço. Mas ficou na dúvida de como segurar um carro comprado em leilão e se isso realmente é viável.

Em vez de fazer ele ir até a corretora, pode ter um artigo explicando detalhadamente quando isso é viável ou não, documentos necessários, valores e outros.

No final, pode oferecer um link para ele fazer a cotação e tirar as dúvidas. Se esse é o seu caso, pode contar com um corretor.

Incentive a compra no e-commerce

É preciso mostrar as vantagens em comprar no e-commerce, por exemplo, não precisar sair de casa em um dia de chuva e receber o produto ou serviço em casa. Além disso, pode oferecer alguns diferenciais como melhores preços para os produtos vendidos on-line.

Quando ele for na loja pode mostrar o seu e-commerce e vantagens para atrair o cliente e comparar os valores.

Tenha pagamentos exclusivos no e-commerce

O cliente que vai até a loja normalmente pode pagar em dinheiro, cartão de crédito e débito e Pix. Na loja virtual pode colocar outras opções, além dessas, como o boleto, carteiras digitais e até mesmo oferecer cashback. Essas formas diferentes vão atrair o cliente.

Um ponto de atenção é em relação a segurança. Muitos evitam comprar on-line porque acham que terão os dados roubados. Vale fazer um artigo falando sobre o assunto e ter políticas de segurança e privacidade claras.

Preze pelo bom atendimento

Pode ser que o consumidor opte por fazer as compras na loja física porque ele se sente mais acolhido. Lá ele pode falar com alguém.

Com e-commerce também é possível garantir um bom atendimento e garantir a mesma sensação. Disponibilize um chat, telefone, aplicativo de mensagem, e-mail e outros canais para que ele possa se comunicar.

Tenha também um site automatizado que envia notificações sobre o andamento dos pedidos. Isso fará com que ele se sinta bem atendido e que esteja amparado.

Faça vídeos

É comum ouvir das pessoas que não compram online que não fazem isso porque não conseguem ver direito o produto. Elas querem sentir e ver os detalhes.

Fazer um vídeo ajuda a superar essa barreira e serve para atrair o cliente. É interessante fazer um vídeo bem detalhado, mostrando por completo o produto de forma minuciosa. Falar sobre texturas, anatomia e outros pode fazer com que a pessoa “sinta” o produto.

Faça demonstrações sobre o produto ou explique sobre os serviços como se a pessoa estivesse na loja física. Isso dará mais segurança para que ela compre o que está vendo no e-commerce.

Aposte no pós venda

O consumidor não quer se sentir abandonado após a compra na loja virtual. A sensação de que adquiriu o item como uma máquina e que ele ficou esquecido pode incomodar um pouco.

É importante manter um relacionamento no pós venda, se colocando sempre à disposição e informando sobre novas oportunidades. Dar continuidade no relacionamento evitará que o cliente volte a comprar apenas na loja física.

Atrair o cliente que está se acostumando com a loja física para o e-commerce pode ser um desafio. Sabendo lidar com as suas dores e apontar soluções, fará com que esse processo fique mais simples.

Por: Jeniffer Elaina, do site Smartia.com.br.