Casais que empreendem juntos, crescem juntos


Há quem diga que o sonho de todo casal é ter uma casa própria, porém, com o passar dos anos, os casais têm sonhado com outras conquistas, como ter o próprio negócio. Porém, um dos desafios da pandemia é superar a insegurança. Muitos casais que tinham planos para os anos de 2020 e 2021 tiveram que se reinventar e apostar no próprio negócio. Mas por onde começar? Muitos casais recorrem à internet, justamente para descobrir um norte e se amparar em dados e histórias de outros parceiros que deram certo como sócios. Há uma idade certa para começar? Claro que não!

Francisco Maciel, 70 anos, e sua esposa Wilce Maciel, de 69 anos, franqueados da Casa do Construtor – rede especializada em locação de equipamentos para construção civil e soluções para o dia a dia – decidiram apostar no próprio negócio quando atingiram a melhor idade. Após trabalharem grande parte da vida sendo funcionários, preferiram aguardar a aposentadoria para não correrem riscos. Começaram com um investimento de R﹩ 400 mil para a primeira loja e, atualmente, possuem quatro unidades: uma em Santana, duas em Santo André, no ABC Paulista e uma recém-inaugurada no bairro Vila Maria, na cidade de São Paulo. Segundo Wilce Maciel, o investimento realizado em parceria com o seu esposo lhe trouxe muita tranquilidade, pois para ela, não existe sócio melhor.

Existem muitos casais que renunciam as oportunidades profissionais justamente por conta da distância ou pelo tempo fora do lar, mas o Franchising oferece muitas oportunidades para quem deseja crescer com a família por perto. É o caso do engenheiro civil Danicler Bavaresco, e da professora Naiara Zanatta Bavaresco. Ambos são do Mato Grosso, mas se mudaram para Maringá por conta da universidade. No Paraná, se conheceram, casaram e tiveram dois filhos. Danicler atuava como engenheiro civil em uma empresa pública, tinha estabilidade, mas não havia mais espaço para crescer profissionalmente. Com a chegada dos filhos, a distância da família virou um fator determinante para o casal decidir voltar para o Mato Grosso e investir no próprio negócio. Por Naiara ter experiência na área de educação, investiram em uma Maple Bear, escola de ensino bilíngue com metodologia canadense, inaugurada na primeira semana de fevereiro de 2020 em Sinop, no interior do estado. Ela é coordenadora pedagógica e Danicler faz toda a parte de gestão do negócio.

Nada mais romântico do que a história do franqueado Elvis Lenon Medeiros. Assim como o refrão da música “Always on my mind”, do ícone do Pop Elvis Presley e “Stand by me”, de John Lennon, empreender e ficar juntos sempre esteve na mente dele e de sua esposa Isabela Caroline Rocco, com quem é casado há dois anos e tem uma história linda no empreendedorismo.

O casal sempre trabalhou em parceria e, segundo Isabela, poder dividir essa experiência com quem se ama é muito gratificante. “Nada mais love is in the air”, diz. Eles resolveram a empreender há dois anos com um uma clínica odontológica e viram uma oportunidade em harmonização facial. Abriram há um mês uma unidade da rede Royal Face na cidade de Mafra, em Santa Catarina, por acreditarem na marca e notarem a escassez deste mercado na cidade. “Nunca brigamos. Buscamos o melhor para nossa equipe e por existir muito amor na liderança, tentamos transmitir esse sentimento às colaboradoras e aos clientes”, declarou a franqueada Isabela.

O casal Joyce Portilho Borges e Ricardo Labek viram na rede Oral Sino gatilho que precisavam para se unir e seguir juntos no empreendedorismo e no amor. Joyce é dentista e era funcionária da rede odontológica em 2017. Ricardo, então seu noivo, é engenheiro e farmacêutico. Com o passar dos anos, ele largou o emprego ao perceber os benefícios de empreender. O casal abraçou a oportunidade dada pela rede em 2019, quando ela deixou de ser funcionária e eles se tornaram sócios da primeira unidade no setor Oeste em Goiânia. E quem disse que a pandemia atrapalhou? Em 2020, o amor venceu. O sucesso do trabalho juntos deu tão certo que o casal tomou um passo ainda maior: casaram e juntos abriram a segunda unidade em Aparecida de Goiânia. E no início de 2021, tornaram-se sócios também da unidade do setor Marista, na capital goiana.

Casados desde 2011, Eder Silva e Gisele Novaes sempre atuaram no mercado corporativo, com foco para o segmento de serviços. Com a rotina corrida comum dos paulistanos, o casal quis aproveitar mais os momentos em família com a pequena filha Beatriz. Com o projeto de mudar de um apartamento para uma casa, de uma cidade próxima da capital de São Paulo para uma cidade do interior e do mundo corporativo para o empreendedorismo, ambos passaram a pesquisar marcas de franquias de café. Durante a procura, se depararam com uma unidade da 5àsec, maior rede de lavanderias do Brasil, que estava sendo repassada em Indaiatuba, no interior paulista. O ‘match’ foi perfeito. Com experiência do setor de serviços, a franquia foi a escolha do casal para o pontapé inicial da fase de mudanças. Administrada por eles desde o final de 2018, o ponto está presente na cidade há mais de 12 anos.

“A franquia de repasse foi muito importante para este novo começo. Não tínhamos experiência como donos do próprio negócio e assumir uma unidade com uma estrutura pronta nos ajudou muito, além de poder contar com todo o suporte prestado pela franqueadora. Como casal, acredito que a boa comunicação e qualidades distintas de cada um nos ajudam a tocar o negócio em harmonia. Digo que a Gisele é tudo: minha esposa, namorada, companheira e sócia”, relata Eder.

Uma união tanto amorosa quanto de negócios que teve início na Água Doce Sabores do Brasil em Tupã, no interior de São Paulo. Rosane Ribeiro de Souza Lima, de 38 anos, e Sergio de Lima Silva, de 35 anos, trabalharam juntos, se conheceram, casaram e viraram parceiros de negócios. Ela foi por cinco anos responsável por toda parte administrativa da matriz. Ele atuou como monitor da franqueadora por 12 anos, viajou para diferentes estados brasileiros para treinar as equipes, dar suporte aos franqueados e colaboradores, além de verificar se as operações estavam seguindo o padrão da rede.

Em uma dessas viagens, Sérgio recebeu um convite para se tornar gerente da unidade de Primavera do Leste, no Mato Grosso. Nascidos em Tupã, ambos decidiram encarar o desafio. Após um ano exercendo a função, a antiga franqueada decidiu sair do negócio e perguntou se Sérgio, juntamente com a esposa Rosane, gostaria de assumir o restaurante. E foi assim que, em março de 2019, eles se tornaram franqueados da Água Doce Sabores do Brasil. “Além de contar com uma carteira de clientes ativos e ter um ótimo relacionamento com os fornecedores que já estavam habituados com as demandas da unidade, temos toda a experiência necessária conquistada ao longo de tantos anos trabalhando para a marca, para fazer com que a operação seja gerida da melhor maneira possível. Foi uma grande oportunidade para nós”, finaliza Sérgio.

Fonte: DFREIRE Comunicação e Negócios