Automação de marketing: Saiba o que é e como aplicar a estratégia


Automação de marketing é, basicamente, o uso de ferramentas que automatizam ações e estratégias de marketing, com vistas a reduzir o trabalho manual e tornar os processos mais eficientes e certeiros.

É a principal maneira de nutrir e avançar os leads pelo funil de vendas, até a etapa de compra. Isso é importante porque uma marca depende de muitas estratégias de marketing para conquistar resultados.

São várias ações interligadas que trabalham juntas em busca do mesmo objetivo, então, se uma não for bem trabalhada, as outras podem ser prejudicadas.

Seu negócio precisa dar conta de atualizar o site institucional, criar bons conteúdos, postar nas redes sociais, enviar e-mails, responder mensagens, criar campanhas e anúncios, dentre outras práticas.

Tentar fazer tudo isso manualmente, além de ser difícil e trabalhoso, pode afetar a qualidade dessas ações. E se muita coisa pode ser otimizada, por que não investir em uma boa ferramenta de automação?

O marketing é um investimento, e tudo o que o envolve também. Por isso, neste artigo, vamos explicar o conceito de automação de marketing e como ele deve ser aplicado. Então, se você tem alguma dúvida, leia até o final.

O que é automação de marketing?

Automação de marketing é um conceito bem abrangente, mas ainda há muitas pessoas que acreditam que basta agendar uma publicação que já está automatizando algumas estratégias.

Entretanto, esse é um exemplo de ação simples que está aquém do que, de fato, é a automação de marketing.

Assim, uma fabricante de adesivo para vitrine, por exemplo, automatiza as estratégias de marketing porque ela entende e age de maneira personalizada e escalável com os usuários que interagem com ela, em seus diferentes canais.

Ela sabe exatamente qual é o interesse do lead e em qual estágio de compra ele está, dessa forma, consegue entregar todas as informações que precisa, no melhor momento e de maneira personalizada.

Em linhas gerais, esse processo não diz respeito a tarefas pontuais, mas de todas as ações de marketing. A automação funciona por meio de workflows que ativam uma tarefa após a outra, sem a necessidade de interferência manual.

É usada em qualquer tarefa, sendo mais aplicada nas estratégias de Inbound Marketing. Então, é possível automatizar a gestão de leads dentro do funil de vendas, fazendo com que eles passem em todas as etapas, até o momento da compra.

A automação serve para gerar leads, nutri-los e convertê-los em clientes, mas também pode ser usada no pós-venda para ativar clientes, retê-los e fidelizá-los.

Qualquer tipo de negócio pode usufruir dessa ferramenta, desde uma fabricante de brindes corporativos até uma plataforma e-commerce. Só que é preciso saber como aplicar e é sobre isso que vamos falar a seguir. Acompanhe a leitura.

Como implementar a automação de marketing

Para as companhias que ainda não automatizaram suas estratégias, o ideal é começar com o básico, ou seja, apenas com os fluxos considerados essenciais.

É dessa forma que você vai se familiarizar com a ferramenta e ver quais resultados pode alcançar futuramente. Aos poucos, os fluxos podem se tornar mais complexos e inteligentes. E os principais passos para chegar lá são:

Fazer um planejamento

Independentemente de o seu negócio ser físico ou digital, todas as estratégias de marketing dependem de um bom planejamento, e sua automação também.

De nada adianta criar fluxos se você não definiu os objetivos da empresa, os pilares de seus conteúdos e quais estratégias vão sustentá-lo. Sendo assim, o primeiro passo é definir os objetivos da automação, respondendo às seguintes perguntas:

  • Por que automatizar ações?
  • Pretendo escalar as vendas?
  • O que desejo vender?
  • O que precisa ser automatizado?
  • As tarefas podem ser feitas manualmente?

Depois de identificar o seu objetivo, defina a sua persona, visto que é com ela que uma loja de cápsulas de café espresso, por exemplo, vai se comunicar durante todo o funil de vendas.

Entenda a sua jornada de compra e quais etapas deve percorrer ao longo do caminho. Por meio dessas informações, é possível entender o propósito da automação e seguir com ela.

Qualificar a base de contatos

Como é a sua base de contatos? Você tem apenas uma lista de e-mails ou informações qualificadas sobre os seus leads?

A automação eficaz depende de informações qualificadas, para que assim os envios sejam segmentados e atinjam as pessoas que possam se interessar pelos conteúdos.

Saiba quais dados dos leads você precisa obter, então, pode enviar e-mails para captar as informações e usá-las para criar novos formulários de geração de leads.

Produzir bons conteúdos

Pense o seguinte, uma empresa de trabalho temporário criou uma boa base de conteúdos que serão postados no blog antes de automatizar suas ações.

Dessa forma, é possível atrair um número maior de interessados e adequar as mensagens usadas no fluxo de nutrição. É assim que a marca aprofunda o conhecimento do lead que está no meio do funil.

Essa base de conteúdos também ajuda a construir os fluxos iniciais. No entanto, esses materiais não devem ser aleatórios. A companhia deve se guiar pela jornada de compra e produzir conteúdos que atendam às necessidades de cada etapa.

Escolher uma ferramenta de automação

Depois de construir os pilares e a base da automação, veja quais são as opções de ferramentas disponíveis no mercado.

Para uma escolha mais assertiva, considere a visão geral da estratégia e analise a situação atual do negócio. Assim que escolher a ferramenta que vai usar, treine a equipe para que os colaboradores se familiarizem e explorem cada recurso.

Agora que você já sabe como implantar a automação de marketing no seu negócio, vamos falar um pouco sobre os benefícios dela. Acompanhe!

Benefícios da automação de marketing

Quase 70% das empresas usam alguma ferramenta de automação de marketing, tanto negócios físicos quanto digitais.

Por exemplo, uma empresa de planejamento tributário e fiscal sabe que o mercado está cada vez mais exigente em termos de competitividade, resultados e agilidades, o que leva muitas a automatizarem suas tarefas.

Consequentemente, conseguindo acesso a vantagens como:

Funil de vendas mais eficiente

Ser eficiente significa fazer as coisas da melhor maneira, obtendo um bom rendimento de cada processo, encontrando os melhores caminhos e chegando aos resultados desejados.

A automação de marketing torna o funil de vendas mais eficiente porque otimiza o tempo e melhora o relacionamento.

Uma desenvolvedora de software de analise estrutural, por exemplo, abordará seus leads no momento certo, permitindo que eles evoluam no funil de vendas, sem que para isso seja necessário interferir manualmente.

Menores chances de falhas

O trabalho com um software reduz as chances de falhas. Por exemplo, se você se esquecer de mandar um e-mail, o envio programado não deixa de fazê-lo.

Às vezes é difícil perceber quando o lead evoluiu no funil de vendas, mas a ferramenta possui gatilhos configurados que identificam quando o lead passou para a próxima etapa.

Entretanto, isso não quer dizer que a automação está isenta de falhas, pois a internet pode cair, o computador pode apresentar um problema, dentre outras situações possíveis.

É por conta desses riscos normais que uma fabricante de etiquetas para código de barras, por exemplo, está sempre acompanhando a ferramenta de perto.

Aumenta a produtividade da equipe

Seria difícil, para não dizer impossível, acompanhar a ação de cada lead para criar e-mails que acompanhem o funil de vendas. No caso de uma empresa que possui uma base extensa de leads, a equipe perderia muito tempo e o trabalho seria inviável.

É exatamente por essa razão que a automação de marketing aumenta a produtividade do time. Um único e-mail pode ser enviado para vários leads, por meio de disparos automáticos. Isso libera a equipe para atividades mais estratégicas.

Redução do ciclo de vendas

Por fim, uma gráfica de impressão de banner promocional, por exemplo, consegue educar bem os seus leads por meio da automação, e fazer com que eles cheguem maduros e preparados para a equipe de vendas.

Ou seja, os vendedores vão abordar leads qualificados, o que potencializa as chances de vendas. O ciclo é reduzido, visto que não é necessário tentar convencer o lead a comprar, pois várias objeções já foram superadas ao longo do trajeto.

Conclusão

Automatizar o marketing significa investir no que há de melhor na tecnologia em termos de ferramentas. Suas estratégias se tornam mais eficientes e inteligentes, reduzindo o tempo de efeito e os investimentos feitos.

Neste artigo, você viu de que forma pode implantar a automação ao seu negócio, seja ele físico ou digital, e com isso ter acesso a todas as vantagens que acabamos de ler.

A automação vai mudar o rumo de suas estratégias para melhor, potencializando os resultados e compensando todo o investimento.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.