Na Páscoa, e-commerce cresce 40% e fatura R$ 4,6 bilhões, afirma Neotrust/Compre&Confie


Mesmo com o fechamento das lojas físicas, os brasileiros conseguiram deixar a Páscoa mais doce este ano. Característicos nesta data, os ovos de chocolate foram destaques de venda no e-commerce durante o período. De acordo com a Neotrust, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce, o faturamento do e-commerce geral no período cresceu 40%, atingindo R$ 4,6 bilhões.

O levantamento contempla os 12 dias antecedentes a data comemorativa (24 de março a 4 de abril de 2021), ante o mesmo período no ano passado (1 a 12 de abril de 2020). Em 2021, o aumento tão expressivo no faturamento pode ser explicado pelo maior volume de pedidos feitos pela internet: ao todo, foram 10,9 milhões de compras, aumento de 19% em relação ao mesmo período do ano anterior. O tíquete médio foi de R$425,00, valor 18% maior no comparativo.

O destaque para números tão bons fica, é claro, com os ovos de Páscoa. Analisando a categoria, o varejo digital faturou R$45,1 milhões com estes chocolates, valor que representa aumento de 79%.

A cifra é resultado de um crescimento no volume, já que 340,1 mil ovos de páscoas foram comprados pela internet em 2021, montante 52% maior em relação ao ano anterior. Apesar de comprarem mais, os brasileiros gastaram menos com chocolate nesta Páscoa: com redução de 15%, o tíquete médio foi de R$132,00.

“Com a possibilidade de ter maior economia e variedade, o varejo digital foi importante durante o período da Páscoa. Além disso, as medidas restritivas em relação ao comércio físico, o serviço de entrega rápida aos consumidores é visto como um dos fatores essenciais para atender à demanda na data”, afirma Fabrício Dantas, CEO da Neotrust.

Sobre a Neotrust | Compre&Confie:

Com metodologia inovadora e única no mundo, a Neotrust busca oferecer decisões assertivas e inteligência de mercado através de relatórios, análises e Dashboard exclusivos, contando com a maior base de dados reais de grande parte dos varejistas brasileiros. A Neotrust faz parte da Compre&Confie, aceleradora do T.Group, holding multinacional formada a partir dos negócios gerados pela ClearSale.

Fonte: Máquina Cohn & Wolfe