Vendarketing: como aplicar a estratégia no seu negócio


Vender é a base de qualquer negócio. Quanto mais estratégias você conseguir utilizar para ampliar suas vendas, mais oportunidades você terá de se tornar um líder no mercado em que sua empresa atua.

Para conseguir aumentar sua base de clientes, é preciso diálogo e comunicação, duas bases dos conceitos de Marketing. Pensando nisso, iniciou-se uma forma de negociação que acabou conhecida como Vendarketing.

Então, uma assessoria contábil, por exemplo, precisa ser conhecida para encontrar interessados, e precisa convencer estes interessados a fechar negócio. Esse tipo de ação pode ser muito mais fácil se as equipes de marketing e vendas estiverem no mesmo tom.

O vendarketin é a aglutinação das palavras Vendas e Marketing. Isso acontece porque normalmente existe um grande divisor entre os dois setores. O marketing não possui clareza em sua entrega para as vendas e vice-versa.

Além disso, quando ambos são tratados em setores completamente distintos, não há uma colaboração entre as equipes, que acabam por não compreender as necessidades que as outras passam e porque elas devem buscar um determinado resultado.

O resultado deste afastamento é uma série de resultados da empresa ficando prejudicados. Isso porque o marketing é fundamental para alcançar novos clientes e até mesmo mercados fora de sua influência, enquanto as vendas aumentam a retenção e o fechamento de negócios.

Uma empresa de segurança patrimonial, por exemplo, pode utilizar os serviços das duas equipes para conseguir conquistar um público maior e convertê-los em resultados mais adequados para a saúde financeira da empresa.

Por que utilizar o Vendarketing?

Esta metodologia tem como objetivo, justamente, a união entre estes dois setores, criando uma amálgama colaborativa que consegue aumentar a receita da empresa enquanto busca o crescimento na sua base de clientes.

Pensando nisso, os principais motivos para apostar na estratégia são:

Alinhamento de metas e objetivos

Quando você coloca as áreas de vendas e de marketing trabalhando juntas, é possível pensar em estratégias e planejamentos para conseguir grandes resultados junto à sua empresa. Isso porque as metas acabam ficando unificadas.

Assim, enquanto a equipe de marketing estuda as possibilidades de ação durante as etapas de um funil de vendas, por exemplo, a equipe de vendas estará se preparando para gerar engajamento com os clientes que estiverem chegando na última etapa, dispostos a negociar.

Ademais, com a tecnologia até mesmo em elementos mais básicos, como a digitalização de documentos, é possível ter uma comunicação mais direta entre os setores e melhorar os resultados da empresa.

Então, o importante é que as metas de ambos os setores conversem entre si, para que você consiga avaliar melhor o crescimento de sua empresa.

Estipular uma meta de novos clientes alinhada a quantidade de vendas de um determinado mês pode obter esse resultado. Isso porque ambos os setores estarão buscando os resultados juntos, aumentando assim as chances de atingimento das metas estipuladas.

Esse tipo de ação acaba melhorando também o clima organizacional da empresa, uma vez que reduz o atrito que pode surgir dentre os colaboradores das duas áreas, tornando-os mais amistosos e querendo trabalhar em conjunto.

O resultado é um aumento claro no crescimento da empresa e de sua receita, muito superior ao de companhias que optam por não aplicar esta união entre os dois setores.

Análise de impacto

Uma das principais formas de avaliar seus resultados é através de métricas que identifiquem seu cliente e o perfil esperado por ele. Dentre elas, a principal utilizada no marketing é a do funil de vendas.

Neste método, é possível colocar o cliente em diversas etapas da jornada de compras, compreendendo suas necessidades no momento e quais ações a empresa deve tomar para levá-lo às próximas etapas, até que seja efetuada de fato uma compra.

Se sua empresa trabalha vendendo máquina de café expresso profissional, por exemplo, a equipe de marketing conseguirá identificar quais pessoas estão mais propensas a serem abordadas pela equipe de vendas.

É no funil de vendas que uma empresa consegue avaliar onde estão suas principais falhas no negócio, que fazem um cliente desistir, e quais são os pontos fortes, aqueles que alavancam suas vendas.

Além disso, o funil permite uma identificação mais forte com relação ao conhecimento dos clientes, tornando a equipe de marketing mais próxima dos leads, compreendendo seus costumes e vontades para auxiliar a equipe de vendas em sua abordagem.

Quanto mais próximo você estiver de suas equipes, mais fácil será identificar todos os pontos de sua estratégia e conseguir compreender o impacto que a união dos setores consegue produzir.

Isso porque a equipe de vendas aproveita o expertise do marketing para aumentar seus números e a qualidade do atendimento, enquanto a equipe de marketing recebe por conta dos resultados em vendas um reconhecimento muito maior como vetor de crescimento.

ROI

O ROI é uma sigla para Return of Investment (Retorno sobre investimento) e se trata de uma mensuração de quanto é gasto para conseguir converter um cliente.

Todos os valores de marketing, anúncios, propagandas e pessoas envolvidas na conquista do cliente devem ser levados em conta. O ROI determina quanto você recebeu de retorno ao final da operação.

Por isso, é importante compreender essa métrica e alinhá-la ao CAC (Custo de Aquisição de Cliente) para definir se a empresa está tomando de fato as melhores decisões com relação às estratégias de marketing e se a equipe de vendas está conseguindo conversões.

Se você identificar que os resultados não estão satisfatórios, talvez seja o momento de voltar para o planejamento e identificar formas de otimizar todo este processo em conjunto com suas duas equipes.

Como gerar essa parceria?

É importante entender o funcionamento do Vendarketing para conseguir extrair o melhor de ambas as equipes.

Para isso, é preciso realizar algumas ações importantes para vincular as áreas e gerar esse sentimento de união.

Entendendo as dificuldades

Este é um dos principais pontos, e ele age diretamente na estrutura da empresa. É preciso apresentar os conceitos de ambas as áreas e fazer com que uma compreenda as dificuldades e desafios da outra.

Ao vender um envelope de segurança, por exemplo, é necessário entender as limitações da venda. Para isso, ambas as equipes têm que ser capazes de identificar os elementos que apresentam maior dificuldade.

Dessa forma, elas compreendem a necessidade e conseguem começar a pensar em estratégias que se mesclem e eliminem os pontos fracos das duas áreas. O marketing impulsiona as vendas gerando novas oportunidades de negócios.

Por outro lado, a equipe de vendas aumenta as taxas de conversão e retorno, aproveitando a ação que o marketing propõe. Quanto mais as equipes trabalham em união, maiores são as chances de crescimento que sua empresa aproveitará.

Aliando objetivos

Para que esta aliança entre vendas e marketing funcione, é preciso que todos estejam com os mesmos objetivos. O principal foco de uma empresa é gerar receita, e isso deve ser o norte de ambos os setores, para que se consiga uma boa estrutura.

Por isso, todos os objetivos particulares de vendas e de marketing devem estar interligados ao objetivo final de crescimento da empresa. Quanto mais seus colaboradores trabalharem em prol de seu crescimento, mais as ações de vendarketing estarão funcionando.

Por isso, se sua empresa realiza certificação de produtos, por exemplo, é imprescindível que todas as equipes trabalhem para tornar as negociações do serviço possíveis.

Para definir o que o marketing pode fazer para aumentar a receita é preciso pesquisa, avaliações qualitativas e análises do mercado, enquanto sua equipe de vendas recebe treinamentos e desenvolvimento de capacidades de persuasão.

Comunicação constante

O mercado muda o tempo todo. Constantemente, vemos que os avanços tecnológicos alteraram a forma como os negócios são feitos, além da própria sociedade que muda seus paradigmas e gostos de forma extremamente fluida.

Por isso, é preciso que toda a empresa esteja constantemente atenta para alterar qualquer ação necessária para o crescimento pessoal. Esse tipo de ação é fundamental para manter a empresa em um padrão competitivo, que não se perde no meio do caminho.

As reuniões de feedback devem ser frequentes e buscar constantes melhorias no processo da empresa, principalmente com relação a aquisição de leads e o trabalho feito com estas pessoas pela equipe de vendas.

Uma consultoria que trabalha com encerramento de empresa, por exemplo, precisa de feedbacks constantes para identificar se as ações estão surtindo efeito.

Quanto mais as equipes estiverem conectadas, mais poderão ajudar umas as outras para conseguir resultados melhores na empresa, aprendendo com os erros e buscando juntas novas possibilidades para o trabalho.

Considerações finais

O alinhamento entre as equipes de marketing e vendas deve ser algo natural para empresas que desejam alcançar seus objetivos. A receita da empresa só tem a ganhar quando estas duas equipes estão em conexão.

Quanto mais você explorar os conceitos de vendarketing, menores serão as chances de erro por falta de comunicação entre as equipes, ampliando o impacto que sua empresa terá em seus resultados, como:

  • Produtividade;
  • Previsibilidade;
  • Escalonamento;
  • Sustentabilidade.

Por isso, manter estas equipes motivadas e trabalhando em conjunto é um grande diferencial para que você consiga se tornar uma liderança no mercado em que atua.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.