O que é uma loja virtual e tudo que você precisa saber


Com o avanço da internet e das tecnologias da comunicação e informação (TICs), uma solução eficiente para os comércios foi a loja virtual. Desse modo, é possível associar o seu estabelecimento físico com o online, o que ajuda no aumento de vendas.

Para termos uma ideia, já foram criadas quase 1 milhão de lojas virtuais, vendendo mais de 20 milhões de produtos e gerando R$ 12 bilhões em vendas, de acordo com dados do e-commerce brasileiro.

Além do mais, o conceito da loja virtual acumula várias histórias de sucesso, em que pessoas sozinhas ou com equipes mais enxutas conseguiram alcançar bons resultados, sendo acompanhada da promessa de revolucionar os pequenos e médios negócios.

Vale dizer que vários tipos de empreendimentos podem ter uma loja virtual, como empresas de assessoria contábil, comércios de produtos e, até mesmo, prestadores de serviços e profissionais autônomos.

No artigo de hoje, conheça mais sobre a loja virtual e veja tudo que você precisa saber sobre essa modalidade de negócio. Acompanhe a leitura!

O que é uma loja virtual?

A loja virtual consiste em uma plataforma dedicada ao desenvolvimento do e-commerce, a partir da criação de comércios virtuais. Apesar de ser um pouco diferente dos sites convencionais, essa solução oferece maior potencial de crescimento aos negócios.

Normalmente, as lojas virtuais são procuradas por empresários que não têm grande experiência com o mundo digital, mas sabem que precisam se reinventar e fazer parte da internet – ainda mais com o avanço progressivo do ambiente virtual.

Inclusive, é possível criar a sua loja virtual e, posteriormente, contratar um serviço de terceirização de TI para dar o suporte necessário.

Mesmo assim, as principais ferramentas para os comércios eletrônicos já são oferecidas no site da própria plataforma. São elas:

  • Sistemas para criação de lojas virtuais;
  • Recursos para a alteração do design;
  • Inclusão e remoção de produtos na loja;
  • Modificação dos preços das mercadorias;
  • Administração fácil dos estoques;
  • Diversos métodos de pagamento;
  • Organização dos checkouts;
  • Gerenciamento dos envios de produtos;
  • Configuração do frete;
  • Emissão de relatórios detalhados.

Ou seja, a loja virtual agrega uma série de aplicações, em uma única plataforma, o que torna o processo de construção do seu e-commerce muito mais eficiente.

A palavra “integração” se refere ao fato do sistema se conectar com outros softwares, incluindo ferramentas de gestão, análise, pagamento e publicidade paga. Além disso, é possível configurar estratégias de otimização (SEO), logística, transporte e financeiro.

Com isso, muitos trabalhos podem ser feitos com o auxílio de mão de obra terceirizada, como o próprio marketing, reduzindo as despesas dos empreendedores.

Além do mais, a loja virtual trabalha com diversas funções diretamente dentro dos servidores. Sendo assim, é possível contar com certificados de segurança para que o seu site seja configurado em HTTPS, ao invés de HTTP.

Desse modo, tem-se uma espécie de sinalização de segurança, que mostra aos usuários que a criptografia do site é confiável, reduzindo o risco de invasões e outros problemas de uso mal intencionado de dados.

Grande parte dos aplicativos são gratuitos. No entanto, há plataformas que oferecem pacotes pagos, disponibilizando outros recursos para o seu e-commerce. Por esse motivo, é interessante avaliar qual plano melhor atende às necessidades do seu negócio.

De forma geral, percebe-se que as lojas virtuais têm como principal objetivo desburocratizar os processos para criação de e-commerces, permitindo que empreendedores dos mais diversos segmentos tenham um ambiente online.

Importante destacar que as plataformas de e-commerce possuem sistemas variados. Algumas delas podem ser apresentadas no formato SaaS (Software as a Service), com modelos de assinatura e suportes recorrentes.

As plataformas Open Source também aparecem como soluções válidas. Nestes casos, o download é feito com base em um código, realizado de maneira gratuita, porém é preciso fazer modificações e melhorias manuais.

Nesse sentido, uma empresa de outsourcing de impressão, por exemplo, que não tem um conhecimento técnico em alteração de código, precisará recorrer a um suporte de TI.

Outro tipo de solução é a plataforma proprietário, onde o usuário “aluga” o código das lojas criadas por outros desenvolvedores. Aqui, os contratos são renovados periodicamente.

Finalmente, também há o padrão de desenvolvimento, uma solução que permite a criação de uma plataforma do zero.

Como criar a sua loja virtual?

Como vimos, a loja virtual é uma solução para a elaboração de e-commerces, com o objetivo principal de expandir seus negócios online.

Ou seja, mais do que divulgar a sua marca em wind banner, por exemplo, é possível ter um amplo reconhecimento online, sendo possível ampliar os potenciais de venda.

Para criar a sua loja virtual, o procedimento é bem simples. O primeiro passo é ir até o site responsável e escolher o plano que melhor atende às suas necessidades. O valor pode ser pago de diversas formas, dependendo do pacote escolhido.

Posteriormente, é necessário escolher o domínio e o subdomínio. Todas essas funcionalidades são feitas online.

Também é possível modificar questões relacionadas à identidade visual. Sugere-se seguir o mesmo padrão do seu estabelecimento.

Sendo assim, use as cores que já estão no seu toldo para loja, bem como no logo da empresa. Isso ajuda a criar um reconhecimento maior pelo público.

Depois, inclua e remova os produtos como desejar. Crie o seu marketplace pensando que o seu site funciona como uma espécie de vitrine virtual. Desse modo, dê prioridade para os produtos com maior destaque e potencial de venda.

É possível adicionar alguns plugins e outros elementos que podem compor a sua loja virtual. Inclusive, há banners que funcionam como placas de aviso, oferecendo promoções aos clientes.

Quais são as principais vantagens da loja virtual?

Uma das grandes vantagens da loja virtual é o crescimento da sua marca no ambiente online. Cerca de 79% dos brasileiros já fazem compras online, de acordo com informações da NZN Intelligence.

A perspectiva é que esse número aumente ainda mais, diante da facilidade e comodidade das compras online, que permitem a aquisição de produtos e serviços, sem a necessidade de sair de casa.

Sendo assim, ter uma loja virtual é uma maneira de acompanhar as tendências do mercado, bem como o comportamento do consumidor, cada vez mais imerso no mundo online. A seguir, conheça alguns outros benefícios de ter uma loja virtual.

Muito mais facilidade

Sem dúvidas, ter uma loja virtual é uma maneira muito mais simples e fácil de fazer parte do mundo online. Afinal de contas, mesmo que você não tenha conhecimento em linguagens de programação, a plataforma permite que toda pessoa possa criar seu site.

Desse modo, empreendedores (principalmente os donos de pequenos negócios) que não possuem investimento suficiente para contratação de programadores podem gerir a sua empresa online de maneira autônoma, pois as ferramentas são muito intuitivas.

Maior praticidade

Além da facilidade, a loja virtual também oferece praticidade de uso. Muito disso, deve-se à maneira dinâmica de inserir e remover produtos, bem como adicionar plugins, botões e fazer uso de diversos tipos de ferramentas.

Potencial de lucratividade

Já que os consumidores estão cada vez mais encantados pelas compras online, era de se esperar que as pessoas começassem a gastar mais em comércios eletrônicos.

Por esse motivo, ter uma loja virtual é a chance de aumentar o lucro da sua empresa, alcançando um maior número de clientes.

Além disso, é possível diversificar o seu catálogo de produtos. Ou seja, você pode disponibilizar outros itens para a venda, que nem sempre estão presentes na sua loja física.

Fora que não há barreira geográfica. Desse modo, a sua empresa pode vender para clientes que estão fora da sua localidade, o que também aumenta o potencial de lucro.

Diversidade nos métodos de pagamento

A loja virtual permite adicionar diferentes formas de pagamento. Com isso, os clientes podem escolher o método que mais agrada, potencializando as chances de fechar uma compra.

Afinal, muitos consumidores desistem de adquirir algo, por não encontrarem um pagamento válido, principalmente nos ambientes online.

Com a loja virtual, dá para oferecer diversas opções, como cartões de crédito, débito, boletos e, até mesmo, o Pix.

Conclusão

A loja virtual é uma solução tecnológica altamente eficiente, que permite o desenvolvimento de comércios eletrônicos de modo simples, rápido e fácil.

Dessa forma, os mais diversos empreendimentos podem fazer parte do mundo online, o que ajuda no crescimento dos lucros, bem como aumenta a credibilidade e o reconhecimento da marca no mercado.

O artigo de hoje trouxe algumas outras vantagens das lojas virtuais, além de mostrar a facilidade que é utilizar o recurso. Com isso, é possível fazer parte do mundo online de uma maneira muito eficiente!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.