E-commerce nacional fatura R$21,8 bilhões durante as compras de Natal


O ambiente digital se tornou destaque para que os consumidores realizem suas compras de Natal, principalmente devido ao cenário de isolamento social. Segundo um levantamento realizado pela Neotrust/Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce, o e-commerce brasileiro faturou R$21,8 bilhões entre os dias 15 de novembro e 24 de dezembro, registrando um aumento de 55% se comparado com o mesmo período de 2019.

A quantidade de número de pedidos também cresceu em 2020 durante o período que antecede as festas de fim de ano. Na análise consta que foram realizadas 47 milhões de compras no varejo on-line, indicando uma alta de 52% em relação ao ano anterior.

Outro ponto importante é que os brasileiros, além de terem realizado mais compras para as festividades deste ano, também investiram mais no valor dos pedidos. O tíquete médio, que em 2019 era de R$454 foi para R$464 em 2020, apontando um aumento de 2% no intervalo mapeado.

“O e-commerce registrou um crescimento muito forte em 2020 e isso acabou refletindo diretamente nas vendas durante o período do Natal. Os números levantados mostram que os resultados foram muito expressivos para o comércio eletrônico, além de reforçar o protagonismo do ambiente digital no momento de compra dos brasileiros”, conclui Fabrício Dantas, CEO da Neotrust/Compre&Confie.

Sobre a Neotrust | Compre&Confie:

Com metodologia inovadora e única no mundo, a Neotrust busca oferecer decisões assertivas e inteligência de mercado através de relatórios, análises e Dashboard exclusivos, contando com a maior base de dados reais de grande parte dos varejistas brasileiros. A Neotrust faz parte da Compre&Confie, aceleradora do T.Group, holding multinacional formada a partir dos negócios gerados pela ClearSale.

Fonte: Máquina Cohn & Wolfe