Governo do Estado de SP e União promovem evento para melhorar o ambiente de negócios


O Governador João Doria participou nesta última terça-feira (26), no Palácio dos Bandeirantes, da abertura do evento “Melhoria do Ambiente de Negócios – Doing Business Brasil 2020”. A ação é resultado da parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, a Secretaria-Geral da Presidência da República e o Ministério da Economia.

O evento reuniu cerca de duzentos gestores governamentais e representantes da sociedade civil, especialmente profissionais liberais e empreendedores, para compartilhar informações sobre abertura de empresas, pagamento de impostos, comércio internacional e registro de propriedade.

“Esta é uma demonstração muito importante de uma ação integrada do Governo Federal com o Governo de São Paulo e com os municípios, o que é fundamental num processo de desburocratização, digitalização e agilização de processos, seja na aprovação de constituição de empresas, seja na aprovação de projetos de construção civil e de empreendimentos”, disse Doria.

Além do Governador, participaram da programação: Patrícia Ellen (Secretária de Desenvolvimento Econômico de São Paulo); Floriano Peixoto (Ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República); Bruno Covas (Prefeito de São Paulo); Marcia Amorim (Secretária Especial de Modernização do Estado do Paraná); Paulo Uebel (Secretário de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, do Ministério da Economia); Carlos da Costa (Secretário de Produtividade, Emprego e Competitividade, do Ministério da Economia).

O evento tem a finalidade de mostrar o real cenário nacional, em especial as reformas já implementadas, assim como os projetos em curso e as metas já estabelecidas para os próximos quatro anos, em cada uma das áreas abordadas. As quatro áreas abordadas – abertura de empresas, pagamento de impostos, comércio internacional e registro de propriedade – foram escolhidas devido a sua criticidade, ou seja, estão entre aquelas em que o Brasil é pior avaliado.

O relatório Doing Business, publicado pelo Banco Mundial desde 2003, compara as regulamentações aplicáveis às empresas e o seu cumprimento em quase 200 economias e cidades. O estudo considera indicadores como obtenção de crédito, registro de propriedades, pagamento de impostos e execução de contratos.

No ano passado, o Doing Business registrou um número recorde de reformas ao redor do mundo. No período entre 2 de junho de 2017 e 1° de maio de 2018, foram introduzidas 314 reformas regulatórias no ambiente de negócios de 128 economias. O Brasil ficou na 109ª colocação no ranking geral. O país foi a economia com o maior número de reformas da América Latina e Caribe, com quatro reformas realizadas.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Secretaria Especial de Comunicação